Dicas Para Combater o Sono Durante os Estudos

dicas para combater o sono durante os estudos

Sono Durante os Estudos? Você já tentou estudar mas quase dormiu em cima do material? Já “pescou” durante as aulas?

Saiba que não acontece só com você! O sono é um inimigo comum da maioria dos concurseiros.

Por isso, hoje vamos dar algumas dicas no combate a esse obstáculo.

Qual a causa do seu desinteresse nos estudos?

Mas antes de começar a falar sobre as dicas em si, precisamos avaliar: será que o seu problema é, realmente, o sono?

É imprescindível saber que te impede de estudar com eficiência para então usar as armas corretas.

Por exemplo, ler várias páginas de um livro e ter que voltar ao começo pode ser um problema de concentração, e não de sono!

Essa situação também pode ser causada pelo uso de estratégias ineficientes de estudo.

Outra situação comumente confundida com o sono é a preguiça.

Então antes de mais nada, reflita sobre as causas do seu desinteresse no material.

E agora sim, vamos às armas contra o sono?

Descanse o suficiente

A primeira dica para combater o sono é: descanse.

Na maior parte das vezes, o sono excessivo durante os estudos se deve à falta de sono e descanso. Você tem descansado o suficiente?

Não adianta querer estudar mais do que dá conta, em prejuízo das suas horas de sono, se você não vai render nos estudos.

Além disso, a falta do sono afeta tudo, desde a cognição, a memória, até a velocidade do pensamento (Killgore, 2010).

Por isso, não adianta dormir pouco e não aproveitar o tempo acordado.

Ouça seu corpo e descanse o quanto for necessário para recarregar suas energias, e aproveite os momentos de lazer para desligar dos estudos.

Cochilos programados

Caso você tenha tido um dia cansativo, também pode tirar um cochilo de até 20 minutos antes de começar a estudar.

Pode ter certeza que será revigorante!

Um cochilo de 10 até 20 minutos pode fazer milagres no reabastecimento dos níveis de energia, melhorando o desempenho cognitivo, incrementando a saúde mental e física e, claro, diminuindo seu sono.

Cochilos maiores de 20 minutos também têm benefícios, mas a partir desse tempo, ao acordar, você sofrerá os efeitos da “inércia do sono”, como confusão e letargia.

Então tome uma xícara de café e programe o alarme para 25 minutos.

Assim, você levará cerca de 7 minutos para pegar no sono, e acordará junto com o pico sanguíneo de cafeína, mantendo-se na faixa ideal de efetividade e eficiência da soneca.

Glicose

A terceira dica pode não ser muito aprovada pelos nutricionistas, mas é eficaz: tenha sempre um doce para as emergências.

Assim, o pico de glicose no seu sangue irá te despertar, e não precisa ser uma bomba de chocolate para causar esse efeito. Vale uma bala, um tablete de chocolate.

É sempre interessante ter esse “estoque de emergência” próximo do seu local de estudos.

Na mesma linha acima, a nossa quarta dica é mascar chicletes. Além do açúcar (há opções sem açúcar também), o ato de mascar irá te manter mais desperto.

E uma dica extra: tomar água gelada por cima potencializa esse efeito!

Cafeína

A cafeína é a dica mais clássica de todas para combater o sono, encontrada principalmente em cafés e chás.

Trata-se de um estimulante do sistema nervoso central, que te deixará mais desperto quase imediatamente.

Uma xícara no meio do seu período de estudos pode dar a energia que faltava para o restante do tempo.

Mas cuidado para não tomar depois das 18h e perder o sono durante a noite. Cafeína ou outros estimulantes em excesso também serão prejudiciais.

Adapte seu horário de estudos

Para aqueles que trabalham/estudam durante o dia: que tal mudar o período de estudos da noite para madrugada ou manhã, antes de começar sua rotina?

Muitos alunos se beneficiam de acordar e estudar algumas horas antes do seu horário normal.

Funciona muito bem para quem sente muito sono no período da noite. Dessa forma, é possível aproveitar os altos níveis de energia no início do dia para estudar.

É essencial experimentar diferentes horários de estudo e avaliar quais rendem mais. Cada um terá um horário do dia mais propício para esse tipo de atividade, e só cabe a você descobrir qual é.

Atividade física regular

Pratique atividades físicas regularmente, e evite exercícios muito pesados.

Da mesma forma que uma rotina de exercícios pode te ajudar, ajudando a manter a disposição durante o dia, atividades pesadas farão o efeito contrário, te deixando com mais sono.

Depois de uma sessão intensa de exercícios seu corpo precisará se recuperar e a necessidade de descanso será maior.

Assim fica ainda mais difícil não dormir em cima dos livros!

Modele seu ambiente para combater o sono durante os estudos

Por fim, entenda como o ambiente pode influenciar na sua disposição para estudar.

E como modelar seu ambiente de forma a combater o sono? De diversas maneiras:

  • Iluminação adequada
  • Cadeira confortável
  • Apoio para os pés
  • Não estudar na cama
  • Ajustando sua postura

Essas foram as principais dicas no combate ao sono.

E vocês, conseguem pensar em mais alguma?

Leia: Os Três Pilares do Método de Estudos Ideal

Outras publicações

Entre em contato