Como conciliar faculdade e concurso público

faculdade e concurso

Quer conciliar faculdade e concurso, mas não sabe como?

Então continua lendo para aprender a ter sucesso nos dois!

Siga-nos no Instagram para mais dicas de estudo para concursos.

Minha história conciliando faculdade e concurso

Nem todos sabem disso, mas quando comecei a estudar para concursos estava no terceiro ano da faculdade.

Fiz Biomedicina (faculdade integral), e conciliava a vida universitária com estágio, cursinho pra concursos e com a vida de dona de casa.

Foram quase dois anos com essa rotina, o que culminou eventualmente nas minhas aprovações pra Perito Criminal:

  • 1º lugar no IGP-SC (hoje Polícia Científica)
  • 1º lugar no IGP-RS
  • 2º lugar na Polícia Científica do Paraná 

Na mentoria também temos vários alunos que estudam ainda na graduação.

Então hoje vou te contar os segredos para dominar essa arte!

Leia também: como passei nos concursos que prestei

E vamos à primeira dica…

Você não vai estudar para os dois ao mesmo tempo!

Como assim? Não acabei de dizer que ia te ensinar a conciliar faculdade e concursos?

Sim, exatamente. Ainda irei.

E a primeira coisa que você precisa saber é que não estudará para os dois ao mesmo tempo.

Na realidade, cada atividade deve ter seu próprio horário – mesmo que você tenha matérias em comum entre faculdade e concurso.

Vai por mim… misturar os dois não vai dar bons resultados!

Não só vai atrapalhar seu planejamento, como as matérias são cobradas de forma diferente no concurso, então nem sempre você aproveita tão bem o conteúdo.

E isso nos leva à segunda dica que é justamente…

Separe horário para cada atividade

E eu não estou falado aqui só de cronograma de estudos.

Estou falando da sua vida inteira!

Sempre que faço uma live sobre gerenciamento do tempo e afins, vejo que existe um denominador em comum entre as pessoas da aula:

Elas não têm controle nenhum sobre a sua rotina.

E pergunto inclusive pra você agora (responda sinceramente):

Você tem todos os horários e atividades do seu dia no papel?

Você sabe qual é a hora de acordar, de comer, de descansar, de estudar pra faculdade, de estudar pro concurso?

Se você não tem isso muito claro, você terá problemas rapidamente.

Quem concilia atividades tão dispendiosas como essas não pode se dar ao luxo de não organizar sua rotina.

Você não pode deixar pra fazer algo “quando dá” ou “quando está motivado”.

Então faça um favor a si mesmo:

Baixe agora o nosso E-book de organização de estudos (que tem, inclusive, um módulo sobre organização da vida pessoal) e coloque sua rotina no papel.

Se você não tem rotina, é hora de criar uma.

E falando sobre rotina, outro aspecto importante não é só o que fica nela, mas também o que irá sair.

O que sai da sua rotina?

Ok, você resolveu começar a estudar pra concursos enquanto cursa a graduação.

Mas você pode não ter se dado conta de que as suas 24 horas do dia continuam as mesmas.

Percebeu?

Sua disponibilidade de tempo não aumentou, mas suas responsabilidades sim.

E um grande erro de quem surta porque não consegue conciliar essas atividades é achar que elas vão coexistir na sua rotina magicamente.

Sem precisar alterar nada… simplesmente a sua vontade de estudar pra concursos vai ser suficiente pra que as coisas funcionem bem!

Pois então, isso é uma ilusão.

Além do aspecto crucial da organização que falei acima, a maioria das pessoas também vai precisar refletir o que sai da rotina pra abrir espaço pro concurso (já que a faculdade não pode sair… imagino eu!).

Alguns exemplos:

  • Será que realmente agora é a hora de aprender a falar mandarim?
  • Será que as tardes à toa vendo Netflix são o melhor uso do seu final de semana agora?
  • Será que o tempo que você passa em redes sociais não poderia ser aproveitado melhor de outras maneiras?

Acredite em mim, 99% das pessoas têm tempo, sim.

Mas ou esse tempo está sendo mal gerenciado, ou mal empregado, ou ambos.

Então sua tarefa é identificar o que é realmente essencial na sua rotina hoje.

O que não é prioridade deve sair.

Não deixe nada para a última hora

Junto com as suas habilidades de administração do tempo, você também precisa acostumar a desenvolver as habilidades de planejamento.

E planejamento significa se preparar com antecedência para algo.

Pegou a dica?

Se não pegou, explico.

Planejamento, pra você, será não deixar nada para a última hora. 

Não estudar para as provas da faculdade nas vésperas. 

E mais importante ainda, não achar que vai se dar bem no concurso pegando firme só quando o edital sair.

Adapte sempre que necessário

Digamos que você se organizou, se planejou, e está mantendo uma rotina bacana que inclua o estudo pra faculdade, o estudo pra concursos, e suas atividades essenciais de manutenção da vida e da saúde.

Excelente!

Mas aí sai um edital e você fica desesperado porque o tempo pra estudos é pouco.

Ou entra em fim de semestre e você precisa tirar nota da faculdade.

E aí, como mantém a rotina bacana?

Não mantém.

Pois outra habilidade que você precisará desenvolver ao conciliar faculdade  concursos é a de adaptação.

Nem sempre vai dar pra levar os dois de forma equilibrada.

Em alguns momentos, o concurso vai chamar mais.

Em outros, a faculdade será prioridade.

Eu mesma abandonei totalmente o concurso na época do meu TCC e das últimas provas da faculdade.

Não que o concurso não fosse prioridade, mas a faculdade, naquele momento, era mais!

Mas veja que foi um desequilíbrio temporário.

Assim que entreguei meu TCC, o concurso voltou para a minha rotina.

Então saiba que em algumas épocas, determinadas atividades exigirão mais de você.

E está tudo bem passar por períodos de desequilíbrio, desde que seja consciente, e que você se planeje para retomar o equilíbrio da rotina depois.

Mas saiba que pra manter essa rotina por um médio a longo prazo, você precisará aprender a manter sua energia alta.

Cuide da sua energia para conciliar faculdade e concurso

Essa dica aqui não vale só pra quem faz faculdade e presta concursos.

Vale pra qualquer pessoa, em qualquer situação. 

Mas é uma dica ainda mais relevante quando você tem uma rotina puxada, como deve ser o seu caso.

E cuidar da sua energia significa:

  • Prezar pela qualidade do seu sono, não só quantidade (ficar com o celular na cama é uma péssima ideia, por exemplo)
  • Reservar períodos de descanso de qualidade (ou seja, sair pra dar uma volta no parque em vez de ficar no sofá vendo Netflix)
  • Manter exercícios físicos (não precisa ir no crossfit todo dia, mas quem sabe não consegue ir pra faculdade de bicicleta em vez de carro?)
  • Respeitar intervalos de estudo (não adianta querer estudar horas a fio e nunca parar, ou usar seus intervalos para redes sociais)
  • Cuidar da sua alimentação (se recompensar com uma pizza pelo dia de estudos pode ser legal pra criar o hábito, mas será péssimo pra sua saúde)
  • Buscar relações saudáveis (talvez não seja o melhor momento pra estar naquele grupo de concurseiros ansiosos que passam o dia todo especulando e surtando)

Mais do que qualquer pessoa, você vai precisar desses cuidados com o seu corpo e com a sua mente.

Sem recarregar suas energias de forma apropriada, seu corpo não vai aguentar o tranco por muito tempo.

Stephen Covey, no livro Primeiro o Mais Importante, chama isso de afinar o instrumento.

“A expressão “afinar o instrumento” é uma metáfora para a energia que investimos em aumentar nossa capacidade pessoal nas quatro áreas fundamentais – física, social, mental e espiritual. Passamos tanto tempo ocupados em “tocar o instrumento” (produzindo resultados) que nos esquecemos de “afiná-lo” (manter ou aumentar nossa capacidade de produzir resultados no futuro”.

E aí, você está afinando seu instrumento com frequência pra conseguir conciliar tudo o que você quer fazer?

Foque no que pode ser feito

Por fim, não posso deixar de te lembrar de focar no que pode ser feito.

Mesmo que você se esforce, imprevistos acontecerão

Sua rotina vai precisar mudar de vez em quando.

Mas saiba que daqui a alguns anos você agradecerá pelo esforço de ter estudado agora – mesmo que pouco, mesmo que menos do que você gostaria.

E lembre que você pode prestar concurso pra Perito ainda na faculdade.

Não precisa do diploma pra fazer a prova!

E agora, mãos à massa?

Continue lendo: como começar a estudar para concursos em 5 passos

Siga-nos no Instagram
Leilane Verga

Leilane Verga

Deixe um comentário

QUER RECEBER DICAS E NOTÍCIAS SOBRE OS CONCURSOS POLICIAIS e da PERÍCIA?

Assine nossa lista de e-mails de conteúdos exclusivos!

× Precisa de ajuda? Available on SundayMondayTuesdayWednesdayThursdayFridaySaturday