Como ser Perito Criminal: tudo o que você precisa saber para ser aprovado

como ser perito criminal

Como ser Perito Criminal: quer ser Perito Criminal mas não sabe como?

Então continue acompanhando para saber quem pode ser perito criminal, como ingressar na carreira, fases do concurso, o que estudar, e várias dicas de preparação!

Com remuneração inicial que chega a mais de R$ 21.000,00, saiba como iniciar sua preparação diretamente da sua casa!

Siga-nos no Instagram para receber dicas diárias sobre o concurso de Perito Criminal.

Como ser Perito Criminal

A perícia criminal é atividade típica de Estado, ou seja, não pode ser realizada por instituições particulares, de cunho técnico-científico, que visa analisar vestígios, sendo indispensável para elucidação de crimes.

Assim, o Perito Criminal oficial é, então, o profissional capacitado para a análise desses vestígios que podem estar relacionados a crimes.

De acordo com o Código de Processo Penal, temos que:

Art. 159 do CPP. O exame de corpo de delito e outras perícias serão realizados por perito oficial, portador de diploma de curso superior.

E por se tratar de uma atividade típica do Estado, o perito criminal é um servidor público, e o ingresso na carreira se faz mediante a aprovação em concurso público.

Leia também: concursos previstos para Perícia Criminal

Dentro da profissão, as áreas de atuação são inúmeras, tendo em vista a diversidade de vestígios que podem ser analisados pelos peritos. Para citar algumas áreas de atuação, temos por exemplo:

  • Local de morte violenta (típico do seriado CSI)
  • Locais de incêndio
  • Acidentes de trânsito
  • Locais de crime ambiental
  • Laboratório de balística
  • Laboratório de documentoscopia
  • Análise de DNA (genética forense)
  • Análise de drogas
  • Toxicologia forense (pesquisa de tóxicos em materiais biológicos)
  • Informática forense
  • Entomologia forense
  • Contabilidade forense

Portanto, o perito criminal poderá trabalhar em uma ou várias áreas, dependendo da sua formação ou da necessidade do órgão.

Quem pode ser Perito Criminal

Para ser perito criminal é necessária a aprovação em concurso público, que pode ser tanto a nível estadual (para trabalho no órgão de perícia de cada estado), quanto a nível federal (para trabalho na perícia federal).

como passar perito criminal

Além disso, para a posse no cargo de perito, é necessário o diploma de curso superior, como estabelece a lei 12.030/2009:

Art. 2o No exercício da atividade de perícia oficial de natureza criminal, é assegurado autonomia técnica, científica e funcional, exigido concurso público, com formação acadêmica específica, para o provimento do cargo de perito oficial.

(…)

Art. 5o Observado o disposto na legislação específica de cada ente a que o perito se encontra vinculado, são peritos de natureza criminal os peritos criminais, peritos médico-legistas e peritos odontolegistas com formação superior específica detalhada em regulamento, de acordo com a necessidade de cada órgão e por área de atuação profissional.

Curso para Perito Criminal

Como fica claro na legislação, cada órgão irá definir quais cursos superiores serão aceitos no edital do concurso, sendo necessária a avaliação de cada edital para dizer com certeza quais graduações são aceitas.

Leia também: o que é o edital do concurso.

No entanto, podemos citar algumas das graduações mais aceitas nos último concursos, de acordo com pesquisa feita pelos administradores do instagram @qapconcurseiros/Prof. Rodrigo Montes:

Graduações mais aceitas para perito criminal (dados do Professor Rodrigo Montes)

Normalmente, também é exigida uma duração mínima de quatro anos de curso.

Assim, o primeiro passo para a aprovação é se certificar de que sua graduação é aceita no edital de interesse.

Importante notar que nenhuma faculdade te forma Perito Criminal.

Para ser Perito Criminal, você precisa ter a graduação em alguma das áreas do edital, e ser aprovado no concurso.

Mas atenção: não é preciso estar formado para prestar o concurso, pois o diploma é exigido apenas na hora da posse no cargo, após finalizadas todas as etapas do concurso!

Clique AQUI para se cadastrar na nossa lista de e-mails e fique por dentro dos concursos para Perito Criminal!

Como saber se meu curso é aceito?

Primeiro você deverá procurar o último edital da Instituição que te interessa, referente ao último concurso, e verificar se sua graduação foi aceita nele.

É um bom indicativo se o órgão aceita ou não o seu curso.

Baixe aqui os últimos editais de Perito de cada estado.

Mas é importante notar que não necessariamente um novo concurso terá as mesmas áreas.

O órgão pode restringir ou ampliar os cursos aceitos, de acordo com a sua necessidade de profissionais ou com a legislação da carreira.

Então outro recurso que você pode procurar é a lei que rege as carreiras da Perícia da Instituição.

Nessa lei você também pode encontrar a lista de graduações que são aceitas dentro da carreira daquele estado.

Faculdade em Perícia Criminal

Diante do exposto, é importante ressaltar que faculdades em perícia criminal ou investigação forense não te formam um Perito Criminal Oficial.

A única maneira de trabalhar na carreira de Perito Oficial é por meio da aprovação em concurso público, como já explicamos acima.

E formações como investigação forense, perícia criminal, criminologia e afins não são aceitas normalmente dentro dos editais para Perito.

A única possibilidade de essas e outras graduações serem aceitas é quando o edital não restringe as áreas a determinadas graduações, e nem coloca mínimo de 4 anos de curso, o que não é comum de acontecer.

Pós-graduação em Perícia Criminal

Não é preciso ter especialização, pós ou habilitação específica para o concurso de Perito Criminal.

Para prestar o concurso o que importa é que seu curso de nível superior seja aceito (graduação) – este é o único requisito de formação necessário, conforme explicado acima.

Assim, a aprovação em concurso público é necessária, independentemente da sua área de formação ou especialização.

Uma pós-graduação pode ser útil na fase de títulos, mas limita-se a isso.

Nenhuma pós-graduação te forma Perito Criminal Oficial.

Tecnólogo em Investigação Forense e Perícia Criminal pode ser Perito?

O tecnólogo pode prestar concurso para Perito, mas também é a minoria dos casos.

Ou seja, na maior parte dos editais, o tecnólogo não é aceito.

Para que o diploma de tecnólogo seja aceito em concursos de Perito, o edital precisa ter os seguintes requisitos:

  • Ingresso de “qualquer curso de nível superior”
  • NÃO TER a restrição para bacharel ou licenciatura
  • E NÃO TER duração mínima de curso (normalmente 4 anos).

Editais recentes que permitiram tecnólogos para perito: PCMG e ITEP-RN (este último foi cancelado para os tecnólogos posteriormente).

Mas temos um detalhe importante aqui:

De acordo com  Lei 12.030/2008, o edital precisaria especificar QUAIS GRADUAÇÕES são aceitas para ingresso na carreira. Veja o que diz a lei:

“Art. 2o No exercício da atividade de perícia oficial de natureza criminal, é (…) exigido concurso público, com formação acadêmica específica, (…)”

Quando isso acontece, em regra o tecnólogo não é englobado, já que o edital passa a especificar “nível superior em X, Y ou Z”.

E com base nessa lei, a Associação Brasileira de Criminalística enviou recomendações a todos os órgãos periciais para que estes passassem a especificar em edital essas graduações.

O que acabou levando à suspensão do edital do ITEP-RN para Perito Geral, e a exclusão dos tecnólogos (e demais graduações não especificadas) depois de a prova ter sido aplicada.

A ABC entrou com pedido de impugnação do edital da PCMG também, mas não tivemos mais atualizações a respeito dessa ação e o concurso corre normalmente.

Ou seja, o que estamos testemunhando é um movimento no sentido de mais editais com FORMAÇÃO ESPECÍFICA para ingresso na perícia criminal (bacharel, principalmente), caso em que os tecnólogos não são englobados, já que se trata de uma formação generalista normalmente, e não aprofundada em determinada área.

Então tecnólogo PODE prestar concurso para perito, sim, mas é uma exceção, já que a maioria dos editais NÃO aceita mais esse diploma.

Se você deseja ingressar na carreira de perito oficial, talvez o mais prudente seja buscar uma graduação do tipo bacharel, pois as chances de que seu diploma de tecnólogo seja aceito nos próximos concursos são pequenas, como já observamos nas tendências.

Qual faculdade fazer para ser Perito Criminal?

A dica que damos é olhar os cursos mais aceitos dos editais e escolher uma área pela qual você tenha afinidade – não apenas escolher com base no número de vagas nos editais.

Lembre-se que você precisará completar a graduação, estudar matérias específicas do curso e, possivelmente, trabalhar em outras áreas de atuação até ser aprovado no concurso do Perito.

Além disso, é possível também que você seja direcionado para setores relacionados à sua área uma vez dentro da instituição de perícia.

Por exemplo, um engenheiro poderá trabalhar não só nos setores “gerais”, como local de morte violenta, balística, documentoscopia, como também ser requisitado nos setores relacionados à sua área, como acidentes de trânsito, incêndios, explosões, etc.

Então é imprescindível ter afinidade pela graduação antes de mais nada.

Olhe a tabela que deixamos acima, pesquise sobre os cursos mais aceitos e escolha com base nas suas preferências pessoais.

Fases do concurso para perito criminal

É importante ter em mente que o concurso para perito criminal normalmente envolve várias fases distintas, e o candidato deve estar preparado para todas, do contrário, a reprovação em uma delas pode eliminá-lo do concurso.

De forma geral, os concursos para perito criminal podem ter as seguintes fases:

  • Provas objetiva e discursiva (eliminatória e classificatória)
  • Prova de títulos (classificatória)
  • Teste de aptidão física (eliminatória e pode ser classificatória)
  • Investigação social (eliminatória)
  • Psicotécnico (eliminatória)
  • Exames de saúde (eliminatória)
  • Curso de formação (eliminatória e classificatória)

Prova objetiva

Nessa etapa são avaliados os conhecimentos teóricos do candidato a respeito de temas como legislação, língua portuguesa, matemática, informática, além de poder cobrar conhecimentos específicos de cada graduação (informática, biologia etc.).

Dica de preparação: estude os conteúdos que caíram em provas anteriores do órgão, não espere que saia um novo edital para começar a estudar!

Comece a estudar para a prova objetiva nos nossos planos de estudo. Incluem direcionamento do que é mais importante saber e materiais de apoio. Inicie já sua preparação e saia na frente da concorrência!

Prova discursiva

Normalmente junto com a prova objetiva, a discursiva pode exigir uma dissertação sobre um tema de atualidades, ou sobre um tema do conteúdo programático do edital.

Dica de preparação: a melhor forma de estudar para discursivas é tendo um bom conhecimento da língua portuguesa e com muito treino, fazendo redações e, sempre que possível, contando com o auxílio de correção profissional.

Leia mais sobre o assunto: como é a prova discursiva para perito criminal

Prova de títulos

Na prova de títulos do edital acumula-se pontos caso o candidato tenha especialização, mestrado, doutorado, experiência anterior no cargo, dentre outros critérios.

Aqui, o peso de cada título será definido no edital, bem como quais serão aceitos.

Dica de preparação: verifique quais titulações são comumente aceitas, antes de investir em cursos visando a obtenção de pontos nessa fase. Também avalie o peso do título, pois às vezes vale mais usar o tempo para buscar maior pontuação na prova objetiva.

Prova de aptidão fisica (TAF)

Na prova de aptidão física é avaliado o desempenho do candidato em testes físicos previamente definidos em edital, como corrida, abdominais, flexão, barra, natação.

Dica de preparação: comece a treinar para o TAF bem antes de prestar a prova, pois a preparação entre prova objetiva e TAF pode não ser suficiente para executar todos os testes exigidos.

Leia também: como funciona a prova física em concursos

Investigação social

Na etapa de investigação social o candidato precisa entregar documentos, certidões e formulários exigidos pelo órgão, e é feita uma investigação da sua conduta social e vida pregressa, buscando avaliar se a conduta do candidato é compatível com a exigida para o trabalho em órgãos de segurança pública.

Dica de preparação: certifique-se de manter suas obrigações com o governo em dia, como título de eleitor regularizado, processos na justiça etc. Pode ser também que alguns documentos precisem ser providenciados com certa antecedência.

Psicotécnico

Aqui a banca avalia se o candidato tem o perfil psicológico adequado para um bom desempenho do cargo, podendo ter testes de personalidade, de memória, raciocínio, bem como entrevistas com psicólogos.

Dica de preparação: conheça o perfil de candidato que o órgão procura, bem como os tipos de testes que podem ser aplicados, e mantenha a calma na hora das avaliações.

Exames de saúde

Alguns editais podem exigir uma série de exames de saúde, para serem aferidas suas condições de saúde para exercício do cargo.

Dica de preparação: verifique as condições incapacitantes discriminadas no edital, e faça exames periódicos a fim de se detectar eventuais problemas de saúde que precisarão ser tratados antes dessa etapa.

Curso de formação

Essa etapa pode ser tanto uma fase do concurso, como pode ocorrer após a nomeação e posso o cargo.

Aqui o candidato participa do curso de formação no cargo, onde terá aulas teóricas e práticas relacionadas ao exercício da profissão.

Dica de preparação: após a aprovação nas etapas anteriores, mantenha o preparo físico para essa etapa e o contato com disciplinas correlatas à área.

O que cai na prova para perito criminal

O conteúdo programático do edital diz respeito às disciplinas que serão cobradas na prova objetiva e às vezes também na prova discursiva.

Como se trata da primeira etapa do concurso, e a que tem maiores taxas de reprovação, um bom desempenho nela é essencial para continuidade no certame.

Para te ajudar, trouxemos um compilado das principais matérias cobradas na prova objetiva, mas lembre-se sempre de procurar os editais e interesse e definir um foco de estudos.

Leia aqui: quais matérias estudar para Perito Criminal

Isso é importante porque o conteúdo das provas pode variar muito dependendo do estado, e ter um foco no concurso que mais te interessa ou naqueles que estão para sair pode te ajudar a economizar tempo de estudo.

Aqui podemos ter dois tipos de prova para perito:

  • Provas para perito geral
  • Provas para perito especialista

Perito Criminal Geral

As provas para perito geral são aquelas em que todas as graduações concorrem às mesmas vagas e fazem a mesma prova, logo, são cobrado conteúdos mais gerais, que não são específicos de nenhuma área.

>> Mentoria direcionada para Perito Geral

Os conteúdos mais comuns são:

  • Língua Portuguesa
  • Direito Constitucional, Penal, Processual Penal e Administrativo
  • Informática
  • Raciocínio Lógico
  • Criminalística
  • Medicina Legal

Nessa modalidade o edital normalmente traz a listagem de graduações aceitas, mas todos os candidatos fazem a mesma prova, independentemente da sua área.

Perito Criminal Especialista

Já as provas para perito especialista são específicas para cada graduação, ou seja, são dividas em áreas.

Assim, nessas provas além do conteúdo geral descrito acima, serão cobrados conhecimentos específicos de cada área, normalmente relacionados ao que se estuda na graduação mas, principalmente, às aplicações práticas da perícia criminal (ex.: cobrança de genética forense para os biólogos).

Aqui temos, por exemplo, a área de Química, das Engenharias, da Biologia, e assim vai.

Você também encontrará nomenclaturas específicas de cada concurso, por exemplo “Área 5 – Engenharia Química e Química”, “Área 11 – Biologia e Biomedicina”.

É comum que mais de uma graduação concorra a uma mesma área e dentro do edital estarão descritas quais graduações entram em cada área.

Conheça aqui nossos planos de estudo com matrículas abertas e obtenha direcionamento específico para sua carreira.

Onde encontrar provas e simulados

Após uma base teórica do conteúdo programático, já é hora de começar os treinos tentando resolver provas passadas e simulados.

E a forma mais simples de encontrar uma prova antiga é colocando no google “prova + cargo“.

Dessa forma, normalmente aparecerão várias opções para download, como o site da própria banca organizadora do concurso e sites de cursinhos.

Já outros sites que também possuem provas de concursos para download são:

  • QConcursos
  • TEC Concursos
  • PCI Concursos
  • Aprova Concursos
  • Gabarite

Quanto aos simulados, existem pessoas e empresas que compartilham ou vendem simulados para suas respectivas áreas. Como destaque na área policial, podemos indicar o Projetos Missão.

Dicas de estudo para perito criminal

Para finalizar, vamos dar algumas dicas simples de preparação para os concursos de Perito Criminal, valiosas para quem quer acelerar sua aprovação!

Certifique-se de:

  • Resolver questões de concurso – não fique apenas na teoria, coloque em prática o que aprendeu!
  • Revisar os conteúdos estudados – importante para manter os conhecimentos na memória de longo prazo;
  • Ter um foco de estudos – escolha um edital como base ou matérias comuns a vários editais;
  • Prestar provas – não espere estar preparado, preste provas sempre que puder;
  • Acompanhar os concursos previstos – direcione seus estudos para concursos que estão para abrir e aproveite todas as oportunidades que puder;

Por fim, a melhor dica é não desistir.

Normalmente os concursos para perito demoram para abrir e têm poucas vagas, por isso é importante manter em mente um planejamento da longo prazo e estudar até dar certo.

E embora não seja possível saber qual dia sai o concurso, você pode (e deve) acompanhar os concursos previstos da carreira para direcionar seus estudos.

Leia também: Concursos Previstos para Perito Criminal

Siga-nos no Instagram
Leilane Verga

Leilane Verga

Deixe um comentário

E-BOOK GRATUITO

× Precisa de ajuda? Available on SundayMondayTuesdayWednesdayThursdayFridaySaturday