10 Erros Fatais na Preparação para Perito Criminal e Como Evitá-los

A preparação para concursos públicos, em especial para o cargo de Perito Criminal, é um desafio que exige dedicação, estratégia e conhecimento do edital e das atribuições do cargo.

Para aumentar suas chances de sucesso, é importante evitar erros comuns que podem prejudicar seu desempenho e, consequentemente, sua aprovação.

Neste artigo, apresentaremos 10 erros frequentes cometidos por concurseiros da área de Perícia Criminal e dicas valiosas para evitá-los, otimizando sua rotina de estudos e maximizando suas chances de aprovação.

Leia também: 10 verdades sobre o concurso de Perito Criminal

Erro 1 – Não conhecer bem o cargo de Perito Criminal

Esse é um erro clássico de quem começa a estudar para o concurso sem entender bem o que o Perito Criminal faz.

E se você não entende bem todas as atribuições da carreira, pode se frustrar quando se deparar com a realidade da profissão – que está muito distante do que vemos em séries e até em redes sociais.

Dicas para evitar esse erro:

  • Pesquise sobre as atribuições do Perito Criminal, em destaque dentro da área de formação;
  • Leia este artigo sobre escolha das áreas de atuação na Perícia.

Erro 2 – Não conhecer bem o edital

Iniciar os estudar sem conhecer bem o edital pode te deixar passar informações importantes sobre os requisitos para ingresso, conteúdo programático, atribuições do cargo, entre outras informações que podem ser cruciais para direcionar seus estudos de forma mais eficiente.

Além disso, lendo o edital você se familiariza com os termos mais comuns da jornada concurseira.

Dicas para evitar esse erro:

  • Faça uma leitura detalhada do edital, destacando todas as informações importantes;
  • Leia este artigo sobre as informações mais importantes do edital.

Erro 3 – Negligenciar a base de estudos

Esse erro consiste em não estudar as matérias mais cobradas para a sua área (chamadas de “base”).

Isso pode prejudicar seu desempenho na prova e reduzir suas chances de aprovação, uma vez que grande parte do peso da prova será relativo às matérias de base na maior parte dos editais.

Dicas para evitar esse erro:

  • Faça um levantamento das matérias que são mais cobradas nos concursos de Perito;
  • Foque em matérias mais cobradas em concursos anteriores;
  • Conheça nossa mentoria de base.

Erro 4 – Não escolher um concurso de Perito Criminal para focar

Um concurseiro da Perícia Criminal que não define um concurso para focar pode acabar se perdendo em meio à grande quantidade de editais disponíveis.

Assim, você pode ficar sem saber por onde começar e acabar se dedicando a vários editais ao mesmo tempo, o que pode prejudicar sua preparação, já que as matérias variam bastante entre os diferentes editais.

Dicas para evitar esse erro:

  • Analise os editais disponíveis e verifique qual é o mais adequado para o seu perfil;
  • Escolha um concurso para focar e direcione seus estudos para ele.

Erro 5 – Acumular vários materiais incompletos

Outro erro comum é o concurseiro da Perícia Criminal acumular materiais incompletos, como vários livros e resumos, sem ter uma fonte única de estudo.

Ter muitos materiais pode gerar confusão e perda de tempo com conteúdos desatualizados ou repetidos.

Dicas para evitar esse erro:

  • Escolha um material principal e complemente com outros quando necessário;
  • Evitar fazer resumos ao longo dos seus estudos;
  • Aprenda nosso método da fonte única na mentoria.

Erro 6 – Estudar com métodos passivos

Um erro que pode comprometer a eficiência da preparação do concurseiro da Perícia Criminal é estudar de forma passiva, ou seja, ler e sublinhar o conteúdo sem praticar com questões de prova, ou revisar apenas com releitura.

Isso pode reduzir sua capacidade de aplicar o conhecimento adquirido na resolução de questões e na prova em si.

Dicas para evitar esse erro:

  • Utilize métodos de estudo ativo, como a resolução de questões e flashcards;
  • Priorize atividades que envolvam a prática e a aplicação do conhecimento adquirido.

Erro 7 – Preocupar-se demais com fechar o edital

Um exemplo prático desse erro seria um concurseiro que se preocupa tanto em estudar todos os tópicos do edital, o mais rápido possível, que não faz revisões e não aprende o conteúdo corretamente.

Claro que é importante tentar abranger a maior parte do conteúdo, mas nas provas de Perito o estudo de qualidade acaba sendo mais importante do que a quantidade, devido ao alto nível de complexidade das provas.

Dicas para evitar esse erro:

  • Estabeleça um cronograma baseado no que é mais importante para a prova;
  • Reserve um tempo para revisar os conteúdos estudados e para praticar com questões.

Erro 8 – Não traçar uma estratégia de estudos antes de começar a estudar

Nesse erro, você estuda aleatoriamente e sem um plano definido, sem saber as matérias que precisam ser estudadas com mais intensidade e as que podem ser estudadas posteriormente.

Além disso, sem estratégia você pode estudar apenas as matérias que gosta e deixar de lado outras importantes para o concurso.

Dicas para evitar esse erro:

  • Faça uma análise estratégica do edital para elaborar um cronograma focado em pontos prioritários;
  • Não saia estudando sem planejamento.

Erro 9 – Não se preparar para as demais fases do concurso

Nesse erro, você que se dedica apenas ao estudo teórico, deixando de lado a preparação física e mental.

Assim, você pode correr o risco de reprovar nas fases subsequentes, como o teste físico ou prova psicológica.

Ele pode não se preparar adequadamente para a prova física e acabar reprovando, além de não se preparar para a prova discursiva e psicológica.

Dicas para evitar esse erro:

  • Pesquise sobre as demais fases do concurso e estabeleça uma rotina de preparação para cada uma delas;
  • Busque materiais e informações específicas para cada fase do concurso.

Erro 10 – Subestimar o tempo de preparação

Aqui você acredita que pode se preparar em pouco tempo para o concurso, sem levar em consideração o tempo necessário para estudar todo o conteúdo e fazer revisões.

Quando se depara com a realidade (pouco tempo e muito conteúdo até a prova), pode não conseguir conciliar os estudos com o trabalho e a família, além de não cuidar da saúde mental e acabar tendo problemas de ansiedade e estresse.

Dicas para evitar esse erro:

  • Faça um cronograma realista: leve em consideração seu tempo disponível, sua rotina de trabalho e estudo, e o tempo necessário para estudar todo o conteúdo.
  • Comece a estudar para o concurso de Perito o quanto antes.

Dicas finais para ser Perito Criminal

Ao longo deste artigo, identificamos 10 erros comuns na preparação para o concurso de Perito Criminal e oferecemos dicas eficazes para evitá-los.

Para alcançar o sucesso nesta empreitada, é fundamental conhecer bem o cargo e o edital, estabelecer uma base sólida de estudos, focar em um concurso específico, utilizar materiais de qualidade, adotar métodos ativos de estudo, não se preocupar excessivamente em fechar o edital, traçar uma estratégia de estudos, preparar-se para todas as fases do concurso e ter uma noção realista do tempo necessário para se preparar adequadamente.

Com planejamento, disciplina e dedicação, você estará no caminho certo para conquistar a tão sonhada vaga de Perito Criminal.

Então se você deseja maximizar suas chances de sucesso e otimizar sua preparação, convidamos você a conhecer nossa mentoria especializada para o concurso de Perito Criminal.

Nossa equipe de profissionais experientes e aprovados em concursos da área oferece orientação personalizada, abordando estratégias de estudo, análise de editais e acompanhamento de desempenho.

Não perca tempo e dê um passo adiante rumo à sua aprovação: clique aqui para saber mais sobre nossa mentoria e inscreva-se agora mesmo!

Leia também: Concurso Perito Criminal – Editais previstos para 2023

Leilane Verga

Leilane Verga

Deixe um comentário

Posts Recentes

Siga-nos no Facebook

Canal do YouTube